10 coisas que sentimos falta sobre o velho universo DC


Sim, já faz mais ou menos dois anos e meio desde que os novos 52 estão ai e como velhos admiradores da DC, sempre tem coisas que sentimos falta... E que fazem falta ao universo em si. Vamos listar 10 delas aqui:

A Sagrada Instituição


Era uma coisa para perceber que Superman não era casado com Lois Lane nos Novos 52, mas, em seguida, veio a constatação de que o Flash já não era casado com Iris (ou até mesmo ter saído com ela), Hawkman não tinha Hawkwoman e Aquaman e Mera estavam aparentemente em um relacionamento que pode ser de longo prazo e comprometidos, mas definitivamente não era casado. Ah, e depois há todo o casamento Batwoman, que aparentemente nunca irar acontecer.
Parece que a relação dos heróis com seus entes queridos se tornou uma fobia pra essa nova DC. De qualquer forma, seria bom ver um casamento ou dois em algum momento, para a variedade, se nada mais.

Donna Troy


Abril é um mês de muitas voltas ao DCU, como o Wally West e Stephanie Brown estreando em novas encarnações, enquanto Ted Kord, que aparecerá em março de Forever Evil # 7. Já que os Titans irão acabar em abril, seria uma bela chance de ter a Donna de volta, ou ela vai esperar no banco cósmico ao lado de Jason Bard e Randu Singh por mais algum tempo?

Planeta Diário


Ok, claro, o Daily Planet existe tecnicamente nos Novos 52, vimos isso nas comics do Supinho. Mas estes dias, você poderia ser perdoado por lembrar que, especialmente considerando que Clark Kent saiu para se tornar um blogueiro em tempo integral mais de um ano atrás. O clássico elenco de apoio do Superman como a Lois, Jimmy e, Perry foram empurrados de lado e é uma ausência que pode ser sentida nos próprios comics.
Superman funciona melhor como um personagem quando ele está cercado não apenas por amigos e colegas, mas ok, você poderia argumentar que a Liga da Justiça pode servir com essas funções muito bem, especialmente com a Mulher Maravilha agora a namorada do Superman, mas falta amigos humanos e colegas que podem oferecer outro estilo de vida a um cara que está sempre fantasiado salvando o mundo. Isso é algo que está faltando no Novo 52: algo na terra  que torne Clark Kent mais compreensível para os leitores.

Oracle



Barbara Gordon não era apenas um centro de informações para os super-heróis curiosos e preguiçosos, no entanto, ela também foi o centro da comunidade sobre-humana, e um sinal de que os mocinhos nem sempre se dão bem, mas pelo menos eles poderiam trabalhar juntos para um objetivo comum.
Desde que a ARGUS passou a ser uma "SHIELD" pra DC, o senso de comunidade caiu bastante e fora que mesmo vendo a Barbara toda "pomposa"(quem ainda fala isso?) descendo o cacete em bandidos, fica aquele sentimento que ela talvez seria mais útil atrás dos computadores.


Oolong Island


A questão é, por mais que tente, falta um pouco de Scy-Fi nesse Novos 52. A questão é, a ciência pateta e gloriosa de Oolong realçava que no universo DC, tudo era possível sem deixar uma ciência vaga, como está acontecendo no Reboot. Bem, ainda não é tarde né DC.

O Universo Intergalatico


Desde que os Novos 52 começaram, houve uma separação estranha entre o que acontece na Terra e "lá fora". Considere Hal Jordan, que deixou a Terra (e da Liga da Justiça) para ir lidar com os problemas em Lanterna Verde ou menos um ano atrás, e não foi visto na Terra desde então. Não é que não há histórias que acontecem lá fora, no Universo DC, é que parece haver uma desconexão entre o que acontece lá e o que acontece aqui. Esperemos que o próximo Justice League United vai mudar isso.

C-LISTERS


Tá, o Mal eterno expandiu mais um pouquinho os novos 52, temos aventuras em três Terras, porém a linha secundária não é explorada, mas cadê os B'wana Fera, Atlas e da Pequena Sereia estavam lá fora, labutando em segundo plano, enquanto a Liga da Justiça tem todas as manchetes?? A única coisa que temos parecido é o que?? Batman Inc?? Tá na hora de se preocupar com os holofotes né FC??

Senso de História

Tim Drake foi realmente um Robin ou não nos Novos 52? Starfire foi um membro de uma equipe de Titãs nunca vimos? Doomsday já matou Superman já, e se assim for, será que ele sair da Zona Fantasma?
Seria bom um novo "Quem é Quem" ou "História do Universo DC" direcionados diretamente para a criação de um registro definitivo de apenas o que aconteceu no intervalo de cinco ano de história entre a formação da Liga da Justiça e do lançamento do resto do Novo 52 .

THE JUSTICE SOCIETY OF AMERICA


Focar na trindade Superman, Mulher Maravilha e Batman, mas a DC não é só isso... NÃO É MESMO!!! Mas focar só neles perdendo as encarnações originais de Alan Scott, Jay Garrick, Ted Grant et al sente como se DC está tentando ignorar ou negar sua própria história , ao invés de celebrá-la. Vamos trazê-los de volta como cidadãos da Terra-22 ou algo assim, né?

Legado


Outra vítima do cronograma atualizado para os Novos 52 é o senso de super-heróis de deixar um legado. A noção de que uma identidade super heroica é algo maior, ou mais duradoura, do que qualquer indivíduo, é outra parte do DNA da DC como um editor, subtexto da Era de Prata transformado em texto durante os anos 1980 e 90, quando os personagens começaram a reconhecer sua antecessores ali mesmo na página. Mais do que qualquer outra coisa, é por isso que Wally West fez tão falta no Novo 52, não é o personagem em si, mas o que ele representa: Wally era o ajudante, que conseguiu crescer e no manto entregue a ele e ganhar o respeito dos seus colegas super-heróis e os leitores no processo. Até agora não criamos nenhuma afetividade dessa com o reboot.

Os Novos 52 tem muito chão ainda, porém, a DC tem material o suficiente pra ousar mais um pouco, não é?

Texto original, no Newsarama.

Postagens mais visitadas deste blog

As Muitas Versões do DUENDE no Universo Tradicional do Homem-Aranha!

8 Anti-Batman que foram Vilões do Batman antes de ARKHAM KNIGHT

TOP 10 | AS MAIS GOSTOSAS DA DC COMICS