Uma Noite de Crime vale a pena?

Vale.

Nos cinemas?

Talvez não necessariamente. O filme é ótimo pelo que se propõe a fazer, mas diante da competição do fim de semana, em especial uma grande estréia asgardiana, talvez seja melhor reservar este filme para uma sessão no sofá de casa.




Uma Noite de Crime apresenta um conceito bastante criativo, além de crítico à sociedade americana, e que certamente será explorado em futuras continuações. Aliás,  isso para mim é ponto de coragem e admiração ao cineasta James DeMonaco, ele estabelece uma nova franquia de suspense nos cinemas sem nem começar a arranhar o conceito. Mal posso esperar pelo The Purge 2, já em pré-produção e aprovado pela Universal para ir aos cinemas.

O filme apresenta um futuro próximo onde o desemprego e a criminalidade nos Estados Unidos são praticamente nulos. Com a sociedade perto da utopia, os governantes decidem separar uma noite do ano para que a humanidade tenha uma descarga da violência, raiva e angústia inerente em todos nós. Durante esta ÚNICA noite do ano, das sete da noite até às sete da manhã, todo e qualquer crime é permitido, inclusive assassinato.

Duranteas doze horas de "Purificação", todos os serviços emergenciais estão suspensos, não há ambulâncias, viaturas policiais ou bombeiros em atividade. Que a humanidade faça o que desejar... Seu chefe te enferniza a vida diariamente? Esta é a sua chance de fazer algo a respeito sem temer consequências, vale literalmente tudo.

Purge_004

O conceito traz consigo uma pergunta polêmica. E você, se esconderia para sobreviver a noite ou iria à caça por alguém? Ou algo?

Como eu disse acima, um conceito interessantíssimo que nem foi começado a ser explorado. Não sabemos quando e em quais circunstâncias ele foi instituído ou o seu verdadeiro impacto na sociedade. Isso porque, inteligentemente, o escritor e diretor James DeMonaco resolve focar este primeiro filme em uma única família buscando a sobrevivência durante a "Purificação".

Ele começa a franquia de forma íntima e pequena, tendo bastante sucesso em apenas apresentar o conceito. Diante de diversas franquias que tentam estabelecer coisa demais no primeiro filme, "Uma Noite de Crime" te instiga a querer saber mais desse futuro tão próximo e ao mesmo tão distante simplesmente por segurar algumas cartas na manga.

purge_003

Ethan Hawke interpreta o pai de família e vendedor de sistemas de segurança (um dos ramos mais lucrativos nesta nova sociedade, assim como fabricantes de armas e munições) James Sandin. Sua mulher, a bela e quase irreconhecível Lena Headey de Game of Thrones interpreta sua esposa e mãe de dois filhos, uma jovem adolescente e um curioso garoto tentando compreender o porquê da noite de "Purificação".

"The Purge" não é nenhuma re-invenção de seu gênero, mas faz escolhas corajosas e traz pelo menos uma bem-vinda surpresa em sua trama. Dito isso, o restante do roteiro se desenvolve como esperado sem muitas novidades, ele é todo bem costurado e modesto, só que independente ou não de existir o bacana conceito de "Noite de Purificação", estamos acompanhando o drama de uma família, e o pai dispostos a qualquer coisa, pela sua sobrevivência. E isso nós já vimos antes, diversas vezes.

Eu gostei do filme, achei bem-feito e mesmo prevendo o desfecho da trama, saí satisfeito e querendo assistir a eventual continuação na esperança de que irão explorar melhor este conceito tão impressionante. Que o próximo filme aplie o foco em cima deste mundo e da sociedade que permite e incentiva o nosso pior comportamento, mesmo que apenas por uma noite.

  • NOTA FINAL: 6.5/10


Postagens mais visitadas deste blog

TOP 10 | AS MAIS GOSTOSAS DA DC COMICS

As Muitas Versões do DUENDE no Universo Tradicional do Homem-Aranha!

8 Anti-Batman que foram Vilões do Batman antes de ARKHAM KNIGHT