Homem de Ferro 3 abre as portas para a Fase 2 da Marvel muito além do que imaginávamos

 photo hdf3sim00.jpg

A conclusão da franquia do Vingador de Ferro da Marvel foi de fato um filme que dividiu os fãs. Todavia, seria injusto falar que Homem de Ferro 3 foi um filme raso. Há tantas informações ali, que ao assisti-lo  várias vezes sempre captamos mais um novo ponto chave para o futuro do Universo Cinematográfico da Marvel. Assisti recentemente o DVD do filme, e lembrando de algumas teorias lançadas na época, pude ver mais desse emaranhado que se forma entre as produções.

Pra ficar mais compreensível e dinâmico, vamos colocar as referências separadas pelos demais filmes da Fase 2. Pra começar, vamos falar de Guardiões da Galáxia e, de tabela, Thor: O Mundo Sombrio. Em HdF3, uma das coisas que surge meio que à toa, mas que deixou todo mundo intrigado, foi a apresentação que Aldrich Killian fez para  Pepper sobre o Extremis. Ele “sem querer” nos mostra um modelagem em 3D do Espaço ao invés do seu cérebro. E mesmo fazendo a referência que nossa rede neural e a conjunção de estrelas sejam similares, há muito o que questionar sobre o porquê de Killian e a IMA estarem interessados no assunto.

 photo hdf3sim01.jpg

Vemos que seu interesse no assunto existe de fato, e é mostrado quando ele volta a citar “o cara com o Martelo que caiu dos céus”. Isso demonstra sua fascinação com as ocorrências de Nova York e Broxton, permitindo que possamos supor que, além do Extremis, a IMA poderia estar desenvolvendo outras tecnologias como esta. Extrapolando agora para o lado dos quadrinhos, qualquer um sabe que a IMA foi justamente uma das poucas capazes de confeccionar artificialmente seu próprio cubo cósmico (chamado de Tesseract nos cinemas). O curioso é que a ideia de construir um Cubo Cósmico artificial dentro dos filmes quase foi usada. Estou falando da cena pós-credito alternativa ao final do primeiro filme do Thor (2011). No final original, Heimdall faz alusão ao fato de Jane Foster estar criando uma espécie de tecnologia para abrir portais entre dimensões e, de fato, essa cena alternativa mostraria a cientista conseguindo algo nesse sentido, mas com pouca energia para algo acontecer. Na cena pós-credito que foi aos cinemas, em que Selvig e Nick Fury se reúnem, é citada a 'Teoria Foster', e no pouco que vimos do trailer de Thor: Mundo Sombrio, a equipe formada por Selvig, Jane e Darcy ainda se encontra estudando algo. Porque não extrapolar que há ali um financiamento da IMA ou algum tipo de infiltração dela nas pesquisas? Seria esse o caminho para ligar nosso planeta a lugares mais distantes do Espaço?

 photo hdf3sim00.jpg

Deixemos agora o espaço de lado para falar de algo mais próximo, aqui mesmo na Terra. Uma das coisas mais intrigantes que chama atenção dos espectadores é a participação da Roxxonsendo citada nos filmes. A menção é breve, quando um dos seus funcionários da empresa é ameaçado pelo Mandarim (que como já todos devem saber é um ator chamado Trevor), que supostamente o mata na frente das câmeras ao vivo durante uma negociação com presidente Ellis. A cena deve ser analisada com cuidado. Primeiramente, dá a entender que quando o presidente liga para o falso terrorista, o celular não toca, o que sugere que a morte deveria ocorrer caso o presidente cedesse as ameaças ou não. Segundo, não é mostrada de fato a cena do tiro, e nós mesmo aqui do site sugerimos que foi tudo uma farsa elaborada, e que a Roxxon estaria na verdade associada à IMA na trama. A teoria toda se fortalece na parte dos créditos do filme, quando muitas cenas rápidas aparecem junto com a equipe de produção, e numa delas vemos o Trevor/Mandarim apertando a mão do funcionário da Roxxon antes de “matá-lo”. Isso também bate com o fato do Trevor/Mandarim confessar a Tony que tudo que ele fez foi um teatro, e que não houve mortes.

 photo hdf3sim00.jpg

Agora vamos mais longe um pouco no assunto que se refere à Roxxon. Nos quadrinhos ela sempre é colocada como uma companhia sem escrúpulos, antagônica às indústrias Stark. Só que recentemente sua ligação se bandeou mais para os lados do universo do Capitão América, quando foi comprada e se tornou uma subsidiária da Kronas Corporation. Para quem ainda não se ligou, a Kronas é a companhia de Aleksander Lukin, principal vilão do arco de histórias doSoldado Invernal. Só que nada foi falado sobre a contratação de Lukin para o filme do Capitão America 2. Em contrapartida, Robert Redford, já anunciado como principal vilão, será um dos cabeças da SHIELD, no caso, Alexander Pierce. Nomes semelhantes demais? Eu não me admiraria se eles fossem muito por acaso não só a mesma pessoa, como também a nova encarnação do Caveira Vermelha no lugar de um não tão satisfeito Hugo Weaving.

 photo hdf3sim00.jpg

Para mim faria todo sentido o envolvimento da IMA com a Roxxon nessa questão. Não só ligada à criação de um novo cubo cósmico como também na criação de novas versões de super soldado. De um lado temos o Extremis, do outro o programa do Soldado Invernal. O fato é que dizem que o novo filme do Capitão América será o mais importante para desenvolver a trama que desencadeará Vingadores 2, e como sabemos que nada na Marvel é por acaso, não seria surpresa que o sumiço em aberto do Caveira Vermelha desde “O Primeiro Vingador” seja para trazê-lo de volta agora como o principal vilão da Fase 2 (assim como Loki foi na primeira). E uma coisa já é certa, mostrada em Homem de Ferro 3; o governo americano (na pessoa do Vice-presidente) já está corrompido por forças inescrupulosas externas. E rui-lo por dentro e desacreditar a figura do Capitão América é o principal plano do Caveira ao longo de toda a fase assinada por Ed Brubaker na revista. Até mesmo o desenho dos Vingadores usou recentemente essa trama.

Para fechar a fase 2, precisamos falar sobre  Vingadores: Era de Ultron. O título foi uma surpresa para muita gente; principalmente porque ainda não teremos envolvimento do Homem-Formiga na equipe, e a origem do robô vilão será alterada. Todavia, recentemente publicamosaqui alguns plots não usados em Vingadores (2012), que dão entender que Jarvis estaria reagindo já de forma bastante suspeita, podendo ser a partir dele a origem de Ultron. Porém, o que muita gente não atentou quando viu Homem de Ferro 3 pela primeira, mas que agora com o anúncio do título oficial dos Vingadores na Comic Con prestou mais atenção, é que tivemos a menção da construção de "robôs" logo no começo do filme.

Foi revendo o DVD neste último fim de semana que um diálogo entre Happy Hogan e Pepper Potts me chamou atenção. No meio da sua obsessão por segurança, o personagem vivido por Jon Fraveau questiona sobre a possibilidade de melhorar a segurança da empresa trocando humanos por robôs. Pepper parece estarrecida e comenta “Então, você está sugerindo que eu substitua todo o pessoal de zeladoria por robôs?”. Happy não se faz de rogado e responde que“O que estou dizendo é que o elemento humano dos Recursos Humanos é o nosso maior ponto de vulnerabilidade. Devemos começar a eliminá-los imediatamente.” E se isso não é pra você uma sinalização de que a ideia de Ultron já estava por aí, não sei mais o que é.

 photo hdf3sim00.jpg

Lembre-se que Stark agora se desfez temporariamente das armaduras, mas seu gênio inventivo deve estar a todo vapor. A Mark 42 por si só mostrou certos sinais de ser quase um autômato. Por que não uma evolução natural para que suas armaduras sejam integralmente independentes? É óbvio que isso se mostrou uma ideia errada nos quadrinhos, e seria no filme uma ótima maneira de colocar Stark de novo em uma armadura, já que tirar o “elemento humano” dela daria errado. A história seria perfeita, completamente adequada com os três filmes anteriores, e qualquer um compraria que a sequência de fatos se justifica.

 photo hdf3sim00.jpg

ATUALIZAÇÃO: E pegando a deixa desse artigo já tivemos mais discussão sobre o assunto. Nosso colaborador Ronaldo Merhaj do blog Cronologia Lógica Marvel, mandou duas imagens curiosas. Uma é com uma das armaduras do Stark lembrando muito um certo vilão robótico e a outra é com o nome do modelo da marca do carro do Tony Stark. Tudo bem que a modelo E-Tron já existia desde 2010, mas será que não quiseram colocar ali um easter egg proposital forçando a barra?



Por fim, o roteirista Drew Pearce deu uma entrevista para a SciFiNow, e revelou que já conhecia os planos da trama de Vingadores 2 há mais de um ano, e que de fato algo foi trabalhado em Homem de Ferro 3 para desembocar Stark justamente num ponto ideal para que a história de Ultron se desenvolvesse. Como falei, as peças já estão todas aí. Vendo e revendo o filme elas cada vez mais fazem sentido. E me deixam mais e mais animado com o que está por vir.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As Muitas Versões do DUENDE no Universo Tradicional do Homem-Aranha!

8 Anti-Batman que foram Vilões do Batman antes de ARKHAM KNIGHT